CTT apresentam selos do centenário das faculdades de farmácia

26 de Abril, 2021

Os CTT apresentam, esta segunda-feira, dia 26 de abril, uma emissão filatélica com três selos sobre o Centenário das Faculdades de Farmácia.

Um dos selos mostra o Símbolo da Farmácia, no teto da Sala do Senado da Reitoria da Universidade de Coimbra, uma fotografia da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra e o Edifício Principal, uma fotografia de autoria desconhecida; o outro selo motra-nos o Aníbal Cunha, em óleo sobre tela, de Thomaz de Moura, 1924 e as instalações da FFUP, de 2012, uma fotografia de Gilberto Figueiredo; por fim, o outro selo mostra o Professor Rui Teles Palhinha, Diretor da FFUL entre 1918-1926 e a fachada do Edifício H da FFUL, em 2002.

De acordo com João Rui Pita, Professor da Faculdade de Farmácia da Universidade de Coimbra, “em 1912, havia sido atribuída à Escola de Farmácia a primeira instalação − a Casa dos Melos − inaugurada em 1915. O trabalho executado pela Escola de Farmácia era semelhante ao de qualquer outra Faculdade pelo que, em 1921, foi promulgado o Decreto n.º 7.238, de 18 de janeiro, que elevou a Escola à categoria de Faculdade. No mesmo ano, o Decreto n.º 7.668, de 13 de agosto, aprovou o seu regulamento. Este documento reorganizou a Faculdade e o plano de estudos, abrindo uma nova página na história da instituição farmacêutica de ensino superior mais antiga do país.”

Segundo Tiago Rebelo Pinto, do Gabinete de Comunicação da Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto, “em 1921, a Escola Superior de Farmácia do Porto foi elevada à condição de Faculdade. Nascia assim a Faculdade de Farmácia da Universidade do Porto (FFUP) sendo Aníbal Augusto Cardoso Fernandes Leite da Cunha o seu primeiro diretor. […] Em 2012, a FFUP transferiu-se para as novas instalações no centro da cidade do Porto, junto ao Palácio de Cristal. O moderno complexo disponibiliza as condições e os meios necessários que têm permitido à instituição evoluir e afirmar-se cada vez mais no ensino e na investigação científica. Cem anos após a sua fundação, a FFUP inicia um novo ciclo e um novo século de saúde global.”

Para Beatriz Silva Lima, Diretora da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa, “foi a 18 de janeiro de 1921 que, pelo Decreto n.º 7.238, a Escola Superior de Farmácia passou a designar-se Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFUL), permitindo não só a atribuição dos graus de licenciado e doutor em Farmácia, como também a emissão do diploma de Farmacêutico-Químico. […] Passados 100 anos, e correspondendo com gratidão ao convite dos CTT para colaborar na emissão deste selo comemorativo do Centenário da Fundação das Faculdades de Farmácia: Coimbra, Lisboa e Porto, cabe-nos, em primeiro lugar, prestar uma justa homenagem a todos os Farmacêuticos que se formaram na FFUL e expressar um agradecimento coletivo a todos os alunos, docentes, investigadores e funcionários não docentes que fizeram parte e estão no percurso de vida da FFUL.

Esta emissão filatélica é composta por três selos com o valor facial de 0,53€, 0,68€ e 0,88€ e com uma tiragem de 100 000 exemplares cada. O design dos selos esteve a cargo de Elizabete Fonseca do Atelier Design & etc. As obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas dos Restauradores em Lisboa, Munícipio II no Porto, Zarco no Funchal, Antero de Quental em Ponta Delgada e Loja CTT Fernão de Magalhães.