Camião movido a gás natural

No âmbito das políticas de sustentabilidade e de redução da pegada ambiental, os CTT – Correios de Portugal concluíram, com sucesso, o teste de um camião movido a gás natural.

O teste com o camião de gás natural realizou-se no passado ano passado em fevereiro, em parceria com a Iveco Portugal e a DouroGás. “A utilização destes veículos tem como principal vantagem a minimização da emissão de poluentes, com impacto positivo na qualidade do ar para as populações”, esclarecem os CTT, num comunicado de imprensa. Tendo “a maior frota do País do sector de transportes e logística, com 311 veículos eléctricos”, actualmente, “cerca de 10% da frota dos CTT é movida a combustível não fóssil”. “O investimento de 40 milhões de euros que os CTT vão aplicar na modernização da rede postal e logística nos próximos dois anos, no âmbito do Plano de Modernização e Investimento (PMI), inclui também um reforço da frota eléctrica”, 

Os CTT têm procurado “soluções que reforcem a sua política de apoio à biodiversidade e de combate às alterações climáticas, expressa através dum portefólio ecológico ou carbonicamente neutro”, apostando “na eficiência energética e carbónica” e da “expansão da sua frota sustentável, a maior do País no sector de transporte e distribuição”, os quais permitiram à empresa “reduzir a sua pegada carbónica em 64% entre 2008 e 2018”. “Os CTT estão fortemente empenhados em reduzir a sua pegada ambiental, recorrendo para o efeito a projectos de eficiência energética, utilização de electricidade 100% renovável, renovação da frota e parque imobiliário, expansão do uso de viaturas eléctricas, auditorias e certificação ambiental, formação em eco-condução, entre outras”, reforça a empresa de distribuição.»