Consulte os alertas sobre ações de phishing, usando a marca CTT, em circulação. Veja aqui.

Da Filatelia à Cultura
A nossa entrega é total

Os CTT possuem uma tradição de mecenato social na qual a cultura ocupa lugar primordial.
Pretendemos homenagear e reconhecer a importância que a cultura tem na nossa sociedade, sendo que esta missão nos acompanha há 500 anos.
Um dos setores mais afetados no contexto pandémico é o da cultura e não podemos ficar indiferentes.

Por cada livro filatélico editado pelos CTT iremos doar 5€ ao Centro Nacional de Cultura.
Esta iniciativa estará a decorrer até 31 de dezembro de 2021. Pode adquirir os nossos livros numa loja CTT perto de si ou através da loja online.

Os CTT reforçam desta forma o seu envolvimento e compromisso e mostram a sua solidariedade para com este setor que tanto enriquece o nosso país e a nossa população.

Os Nossos Livros de Filatelia

A filatelia tem sido - desde a criação do primeiro selo português em 1853 - a memória histórica e o espelho daquilo que de mais importante se faz em Portugal. A filatelia evoca nas suas edições de selos personagens, criações, efemérides, histórias e património que fazem parte da tradição e da cultura portuguesas.

Associadas às emissões filatélicas, os CTT são também reconhecidos nacional e internacionalmente pela edição de livros, obras da autoria de especialistas com elevada riqueza iconográfica.

  • Descubra o nosso Plano Editorial

    Estas edições dos CTT, com tiragem limitada e numerada, são obras únicas de coleção, contêm selos e blocos alusivos ao tema abordado tornando-as peças originais de elevado prestígio.

    Saiba mais  sobre as Edições CTT

     

  • O Centro Nacional de Cultura

    O Centro Nacional de Cultura é uma associação de pessoas interessadas na promoção de uma cultura livre e aberta a todos. Criado no dia 13 de maio de 1945 e  centra a sua atividade na internacionalização e na valorização da cultura e do património. Tem também como grandes linhas de ação a defesa, divulgação e valorização do património cultural com base numa noção integrada de território, comunidade, ambiente, património e turismo.

    No quotidiano a sua ação pode-se resumir como uma política de “pôr em contacto”, “articular”, “fazer acontecer”. 

    O Centro Nacional da Cultura tem também vindo a colaborar com os CTT em diversos projetos, nomeadamente na edição de livros filatélicos e na revista do Clube do Colecionador.