Trabalhadores dos CTT doam 1,6 toneladas de roupa a Moçambique

25 de março, 2019

Os trabalhadores dos CTT – Correios de Portugal vão doar cerca de 1,6 toneladas de roupa a Moçambique, no seguimento de uma campanha de recolha de donativos que arranca esta segunda-feira nas Lojas CTT.

Os CTT, no âmbito da sua política de sustentabilidade e responsabilidade social, lançaram em 2007 o Programa Somar para Dividir, onde os trabalhadores doam roupas que são depois entregues a instituições portuguesas. Uma parte dos contributos de 2018 dos trabalhadores serão, este ano, enviados para Moçambique, tendo em conta as grandes necessidades do país após a passagem do ciclone Idai, que deixou milhares de moçambicanos afetados pelas cheias.

Para Miguel Salema Garção, Diretor de Marca, Comunicação e Sustentabilidade, “as iniciativas de responsabilidade social fazem parte do ADN dos CTT e, este ano, quisemos apoiar de todas as formas possíveis a população de Moçambique. Assim, além da recolha e envio de donativos dos portugueses, que podem ser entregues na nossa rede de Lojas, também vamos enviar para Moçambique os donativos já oferecidos pelos colaboradores dos CTT. Move-nos ajudar Moçambique!”

Os CTT, em parceria com os Correios de Moçambique, estão a partir de hoje a recolher roupas doadas pelos portugueses para enviar para Moçambique e apelam à participação de todos os portugueses. Basta chegar a uma das 538 Lojas CTT espalhadas por todo o país, pedir uma Embalagem Solidária, colocar o donativo e o envio será realizado, de forma gratuita, pelos CTT e recebido em Moçambique pelos Correios de Moçambique.

Os CTT aproveitam a forte capilaridade e proximidade às populações disponibilizando a sua vasta rede de lojas para fazer chegar os donativos dos portugueses a quem mais precisa.

A recolha de donativos nas Lojas CTT decorre de 25 de março até 8 de abril.