CTT relembram Cafés Históricos Portugueses em Selos

31 de agosto, 2017

Os CTT lançam hoje a emissão filatélica “Cafés Históricos”, que nos relembra alguns dos cafés portugueses mais emblemáticos do país. Esta emissão é composta por cinco selos e um bloco representativos de seis cafés, nomeadamente: o Café A Brasileira em Braga, o Café a Aliança em Faro, a Pastelaria Manuel Natário em Viana do Castelo, o Café Milenário em Guimarães, o Café Piolho (Âncora D’Ouro) no Porto e a Pastelaria Versailles em Lisboa.

Todos os cafés representados nesta emissão filatélica marcam de vários modos a identidade local e nacional associada à vivência urbana. “Tomar um café” continua a ser um dos mais distintivos hábitos do carácter português. Esta expressão há muito que representa muito mais do que o ato de apreciar esta bebida quente. A frase passou a traduzir um compromisso de uma conversa, de um encontro entre amigos, de um ponto de encontro. 

A era dourada dos cafés em Portugal ficou para trás, num período compreendido entre meados do século XIX e o final da primeira metade do século XX. Nessa época, o café como lugar de convivialidade conhecia uma forte afirmação entre a burguesia urbana. Algo que se viria a confirmar nas décadas seguintes, com a abertura de estabelecimentos cada vez maiores e sofisticados na decoração e no serviço. Um bom exemplo pode ser encontrado na elegante A Brasileira de Braga, aberta em 1907 e incluída nesta série.

Os cafés mais antigos e carregados de história não têm só um património material rico, mas também um património imaterial grandioso. Esta emissão faz parte do 2º grupo de selos da série filatélica “Cafés Históricos”, tendo a primeira sido apresentada em outubro do ano passado. Os CTT voltam assim a mostrar que procuram através da filatelia, e de acordo com a sua tradição, divulgar motivos de elevado interesse nacional enaltecendo, neste caso, a história e arquitetura portuguesas.

Esta emissão é composta por cinco selos com o valor facial de 0,50€ cada e uma tiragem de 125 000 exemplares cada; o bloco com um selo tem o valor de 1,40€ e uma tiragem de 45 000 exemplares. Os selos têm um formato de 30,6 X 40 mm e o bloco de 95X125mm.

As obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas dos Restauradores em Lisboa, Munícipio no Porto, Zarco no Funchal , Antero de Quental em Ponta Delgada, Avenida em Braga, Loja CTT Faro, Loja CTT Guimarães e Loja CTT Viana do Castelo.