CTT e Facestore estabelecem parceria para lojas online

6 de agosto, 2018

Os CTT e a Facestore estabeleceram uma parceria que permite aos clientes com lojas alojadas na plataforma desta startup beneficiar da integração automática nos sistemas dos CTT para o envio das encomendas feitas online, seja no site ou nas redes sociais.

Sendo a Facestore a primeira plataforma a disponibilizar em Portugal lojas online no Facebook os vendedores que utilizam este canal podem ter uma expedição mais conveniente das vendas aí realizadas.

Para Alberto Pimenta, Diretor de e-Commerce dos CTT, esta parceria “vem na linha do posicionamento dos CTT em continuarem a ser  o melhor parceiro dos retalhistas e plataformas de e-commerce para as suas soluções de logística e de entregas das encomendas  aos seus clientes, propiciando-lhes a melhor experiência de compra online. Com esta parceria, os CTT reforçam o apoio a startups que operam no segmento de expedição de encomendas, contribuindo para a construção do ecossistema empreendedor nacional e reforçando a ambição de continuar a liderar o desenvolvimento do e-commerce em Portugal.”

Para Paulo Solinho Barbosa, CEO da Facestore, “integrar a plataforma com os CTT, sabendo que mais de 80% das encomendas recebidas na plataforma pelos comerciantes em território nacional são expedidas pelos CTT Expresso, acaba por acelerar o tempo de resposta do e-commerce, diminui os prazos de entrega e simplifica toda a gestão logística inerente a um negócio online. A Facestore passa agora a permitir que os envios, emissão de guias e agendamento de recolhas, sejam feitos de forma centralizada na plataforma e esta parceria com os CTT consegue ainda oferecer os preços mais competitivos de entrega por quilo para os comerciantes.”

Com mais de 40.000 clientes em vários países, a Facestore é uma plataforma inovadora de comércio eletrónico, que permite a qualquer empresa abrir uma loja online e vender produtos diretamente em redes sociais como o Facebook, Pinterest, Instagram, WhatsApp, Google Shopping, por meio de computadores e dispositivos móveis. A startup portuguesa foi distinguida no ano passado com o prémio startup do Ano no Startup Fest.