CTT celebram em Selos os 50 Anos da Universidade Católica Portuguesa

13 de outubro, 2017

Os CTT celebram os cinquenta anos da Universidade Católica Portuguesa com uma emissão filatélica, no próximo dia 13 de outubro. Foi neste dia, em 1967, que o decreto Lusitanorum Nobilissima Gens, emanado pela Congregação para a Educação Católica (órgão da Santa Sé), deu início à grande aventura científica e pedagógica que a Universidade Católica Portuguesa representa.

Foi dois anos antes, em 1965, que os bispos portugueses tomaram a decisão de fundar uma Universidade Católica, tendo sido oficializada em 1967. Teve como ponto de partida escolhido, a Faculdade de Filosofia de Braga, com o mandato de se estender quanto antes a atividade académica também a Lisboa. No dia 1 de novembro desse ano, na cidade de Braga, inaugurou-se solenemente o ano académico. No ano seguinte arrancou, em Lisboa, a Faculdade de Teologia. Em 1971, o Estado português reconheceu oficialmente a Universidade Católica Portuguesa como pessoa coletiva de utilidade pública.

Também em 1972, foi nomeado o primeiro Reitor, Padre José Bacelar e Oliveira, S.J., filósofo e jesuíta, que guiou a Universidade durante vinte anos. Depois da sede em Lisboa e do polo de Braga, surgiram os polos do Porto (1978) e Viseu (1980), fazendo com que a Universidade Católica se destacasse como o projeto universitário mais abrangente do país.

Com esta emissão os CTT pretendem dignificar esta Universidade que está ancorada no código de valores cristãos e humanistas e que representa um marco na sociedade portuguesa como instituição académica de referência.

Esta emissão é composta por dois selos, um com o valor facial de 0,50€ e uma tiragem de 125 000 exemplares e outro com o valor facial de 0,80€ também com uma tiragem de 125 000 exemplares.

O design esteve a cargo do Atelier Prior & Pendão / Fernando Pendão. Os selos têm um formato de 40 X 30,6 mm As obliterações de primeiro dia serão feitas nas lojas dos Restauradores em Lisboa, Munícipio no Porto, Zarco  no Funchal e Antero de Quental  em Ponta Delgada.