CTT apoiam projetos ambientais escolhidos pelos portugueses

30 de maio, 2018

Os CTT vão apoiar, durante dois anos, dois projetos ambientais escolhidos pelos portugueses no âmbito da política de compensação carbónica da empresa, o que permitirá reduzir a pegada ecológica dos seus produtos de Correio Verde. Os projetos “Criar Bosques”, em Portugal, e “Utilização de Biomassa Renovável”, no Brasil, foram os vencedores da votação que decorreu este mês através do site dos CTT  e que teve um alcance de 638 mil pessoas nas redes sociais.

Os CTT devolvem desta forma à comunidade uma parte da confiança que lhes foi depositada, alargando o âmbito da sua política ambiental, que apoia já vários projetos de entidades públicas e organizações.

Para Miguel Salema Garção, Diretor de Marca e Comunicação, “os CTT são uma empresa próxima e com fortes ligações à comunidade. É do interesse de todos – e nosso, enquanto empresa de proximidade – contribuir para que o legado ambiental que deixamos às gerações futuras seja sustentável. É crítico para o negócio e é crítico para todos nós, enquanto portugueses. Isso mesmo é comprovado pela importância crescente que os clientes dão às políticas de sustentabilidade ambiental como fator de decisão de compra. Por isso, os CTT têm vindo, de forma inovadora e empenhada, a ampliar a sua oferta sem impacto ambiental, a reduzir drasticamente as suas emissões de CO2 e a optar pela aquisição de veículos elétricos”.

Segundo João Branco, Presidente da Quercus, “A Quercus e os CTT têm vindo, ao longo dos últimos anos, a colaborar ativamente em várias ações de sustentabilidade ambiental ligadas à defesa da floresta autóctone portuguesa. O projeto "Criar Bosques”, dinamizado pela Quercus desde 2008 é responsável pela plantação, em todo o País, de cerca de 485.000 árvores e tem como principais objetivos criar e cuidar de bosques e de árvores e arbustos de espécies originais da flora portuguesa. Através da colaboração com várias entidades e voluntários, colhem-se sementes para produzir plantas, plantam-se árvores e arbustos, cuidam-se de bosques, previnem-se os fogos florestais e promove-se a educação ambiental através da preservação da biodiversidade e da floresta.”

O Correio Verde alia conveniência e ecologia pois não é necessário selar nem pesar, é só escolher o formato mais adequado e fazer o envio, que é neutro em carbono e sem custos adicionais para os Clientes. Os CTT estão fortemente empenhados em reduzir a sua pegada ambiental, recorrendo para o efeito a projetos de eficiência energética, utilização de eletricidade 100% renovável, renovação da frota e parque imobiliário, expansão do uso de viaturas elétricas, auditorias e certificação ambiental, formação em eco-condução, entre outras.

Em relação aos vencedores, o projeto nacional, “Criar Bosques”, visa criar e cuidar de bosques de espécies autóctones, árvores e arbustos originais da flora portuguesa. Através da colaboração com várias entidades e voluntários, são colhidas sementes para produzir plantas, plantam-se árvores e arbustos, cuidam-se de bosques e recupera-se a floresta portuguesa. A nível internacional, os CTT vão apoiar o projeto brasileiro “Utilização de Biomassa Renovável”. Este desenvolve-se numa fábrica de cerâmica, situada no Município de Paudalho, no Estado do Pernambuco, no nordeste brasileiro, onde são produzidos tijolos e lajes para serem comercializados no mercado regional. O projeto permite evitar o uso de madeira do bioma local Caatinga, um dos ecossistemas mais ameaçados no mundo.