Acondicionar objetos postais

Conheça todos os aspetos sobre a correta preparação do seu correio.

Normalização
Acondicionamento
Pesos e Dimensões

Consideram-se normalizados os objetos postais de forma retangular com comprimento igual ou superior à altura multiplicada  por√2 (valor aproximado 1,41).

Estes objetos devem respeitar as seguintes condições:

Peso

Peso de um objeto normalizado:

Máximo Mínimo
50 g 5 g

Dimensão

Dimensão de um objeto normalizado:

Máxima Mínima
162mm x 235mm* 90mm x 140mm*
(*) aos limites apresentados admite-se uma tolerância de 2mm.

Entre os formatos possíveis de envelopes e bolsas recomendam-se os seguintes:

Formato Tamanho
DL 110mm x 220mm
DP 120mm x 176mm
C5 162mm x 229mm

Espessura

A espessura do objeto, isto é, do invólucro e do seu conteúdo, não deve exceder os 3mm.

Cor do papel

Os envelopes, as bolsas e os cartões devem ser de cor branca ou outras de tom pálido (sem brilho).

Nota: Esta informação não dispensa a consulta do Manual de Endereçamento.

Antes de enviar, lembre-se de que existem mercadorias proibidas de circular por via postal ou que têm restrições (para mais informação dirija-se a uma Loja CTT ou contacte o seu gestor de conta).

Certifique-se que o seu correio segue devidamente acondicionado para que chegue ao destino nas melhores condições:

Regras Gerais

  •  A embalagem deve ser adaptada à forma e à natureza do conteúdo e ainda às condições de transporte.

  • Os objetos devem ser acondicionados de forma a não afetar a saúde de quem os manipular e a não sujar ou deteriorar os outros objetos.

  • Não é exigida embalagem para os objetos de uma só peça, tais como peças de madeira, peças metálicas, etc., as quais de acordo com os usos do comércio não costumam ser embaladas, devendo neste caso o endereço do destinatário ser indicado no próprio objeto ou em etiqueta apensa.

  • As embalagens fabricadas com madeira de pinho, eucalipto, choupo, etc., não processada, devem cumprir as exigências impostas no Decreto- Lei nº 95/2011 de 7 de outubro.

  • Os objetos suscetíveis de deterioração, depois de acondicionados conforme as condições gerais, apenas são aceites dentro de uma embalagem hermeticamente fechada. Admitem-se os produtos industriais ou vegetais em embalagens fechadas pela fábrica ou seladas por uma autoridade verificadora.

Situações Especiais

  • Os CTT não têm tratamento diferenciado de acordo com a natureza dos artigos. Assim alguns objetos, devido à sua fragilidade ou características, requerem cuidados especiais de embalamento de modo a salvaguardar quer o seu conteúdo, quer os demais objetos postais e pessoas. Estes cuidados de embalamento são da responsabilidade dos expedidores:
    • Os objetos de vidro ou outros objetos frágeis devem ser embalados numa caixa resistente de metal, de madeira, de matéria plástica ou de cartão sólido, cheia de papel, palha de madeira, plástico de bolhas, ou qualquer outra matéria que proteja o objeto apropriadamente, de forma a evitar atrito durante o transporte quer entre os próprios objetos, quer entre os objetos e as paredes da caixa;
    • Os líquidos e as matérias de fácil liquefação devem ser encerrados em recipientes perfeitamente estanques. Cada recipiente deve ser incluído numa caixa resistente de metal, de madeira, de material plástico ou de cartão ondulado bem forte, guarnecida de material protetor apropriado como serradura, algodão, plástico de bolhas ou qualquer outra matéria, em quantidade suficiente para absorver o líquido no caso de o recipiente se quebrar. A tampa da caixa deve ser fixada de modo a que não se possa desprender facilmente;
    • As matérias gordurosas de difícil liquefação, tais como unguentos, sabão mole, resinas, carnes, seja qual for o modo de preparação, etc., devem ser encerradas num primeiro invólucro (caixa, saco de pano, de material plástico, etc.), o qual será colocado dentro de uma caixa suficientemente resistente para impedir fugas do conteúdo, podendo ser de madeira, de metal ou qualquer outra matéria. Os ovos de bichos-da-seda devem ser tratados do mesmo modo;
    • Os pós secos corantes, tais como o anil e outros, só são aceites em caixas de metal totalmente estanques, colocadas, por sua vez, em caixas resistentes (de madeira, de plástico resistente ou de cartão ondulado de qualidade sólida), com serradura ou outra substância absorvente que proteja apropriadamente os dois invólucros;
    • Os pós secos não corantes devem ser incluídos em recipientes resistentes, de metal, de madeira, de plástico resistente ou de cartão; devendo esses recipientes, ser introduzidos numa outra caixa consistente de uma das matérias citadas;
    • As abelhas vivas, as sanguessugas e os parasitas devem ser en­cerrados em caixas, dispostas de maneira a evitar qualquer perigo;
    • Os restos incinerados têm de ser enviados em urnas funerárias. As urnas são colocadas numa embalagem externa resistente, cheia com material protetor apropriado. Caso exista um certificado de incineração, o mesmo deve ser anexado à embalagem externa, ou ser facilmente acessível. Nos envios para o estrangeiro, o remetente é responsável pela obtenção de todas as autorizações necessárias prescritas pelas leis do país de destino antes da expedição destes objetos.

  • Sempre que necessário para verificação do acondicionamento, os objetos poderão não aproveitar a primeira expedição

Condições Específicas de alguns  Produtos de Correio

  • Os envelopes cujos bordos tenham barras coloridas são reservados aos envios por via aérea.
  • O Correio Editorial, as Publicações Periódicas e os envios para os cegos devem ser acondicionados de forma a proteger suficientemente o seu conteúdo sem prejuízo da sua pronta e fácil verificação postal e devem ser expedidos em cintas, rolos, maços, sobrescritos de papel ou em invólucros de plástico.
  • O Correio Editorial, os Livros e as Publicações Periódicas expedidos em quantidade podem ser autorizados pelos CTT a circular em invólucros fechados desde que o número do despacho de autorização concedido anualmente seja inscrito no invólucro dos objetos.
  • Os livros não estão sujeitos a condições especiais de fecho, podendo as embalagens ser abertas para classificação postal do conteúdo.
  • Os objetos Direct Mail (DM) devem circular fechados, podendo no entanto as embalagens ser abertas para classificação postal do conteúdo.
  • Os pré-pagos de Correio Verde têm de ser obrigatoriamente fechados, devendo utilizar-se apenas o sistema de fecho autocolante fornecido com a respetiva embalagem. Caso contrário serão devolvidos ao remetente.

Reforço do Sistema de Fecho

  • Admite-se, ainda, o uso de fechos adesivos adicionais, com exceção do Correio Verde, nas seguintes condições
    • A fita adesiva deve ser aplicada sobre um suporte polido que permita ser descolada e colada de novo facilmente;
    • Os objetos devem apresentar-se de modo a que o seu aspeto exterior não permita que se confundam com correspondências fechadas e devem conter as seguintes indicações impressas junto do fecho adesivo "objeto não fechado", "pode abrir-se para verificação postal", ou outra equivalente, bem como indicações relativas ao sistema de fecho, por exemplo "para abrir, levantar a palheta; para fechar, tornar a colocá-la na sua base".
  • O uso de agrafes metálicos que sirvam para fechar as correspondências só é permitido quando não sejam cortantes nem prejudiquem as operações do serviço postal, perdendo sempre as caraterísticas de correspondências normalizadas.

Pesos

Os pesos máximos dos envios postais são, atualmente, os seguintes:

Produto Limite de peso  
Serviço universal Máximo aceite nos CTT
Correspondências 2 kg 2 kg
Citações e Notificações via Postal (exclusivo do serviço nacional) 2 kg 5 kg
Catálogos, jornais e publicações periódicas (1) 2 kg 2 kg
Livros (1) 2 kg 5 kg
Encomendas de âmbito nacional  10 kg 10 kg
Encomendas enviadas para o estrangeiro 10 kg 30 kg (2)
Encomendas recebidas de países membros da União Europeia 20 kg 30 kg
Encomendas recebidas do resto do Mundo 10 kg 30 kg
(1) Os Sacos Multipostal (sacos M no internacional) têm como limite de peso máximo 30 kg, dependendo do país de destino.
(2)Este limite depende do país de destino até ao máximo de 30kg.

Os envios para cegos têm como peso máximo 7 kg.

O Correio Verde nacional não está abrangido pelos limites de peso indicados no quadro anterior, no entanto, deve ser adequado em função da embalagem de modo a permitir o fecho da mesma de forma eficaz sem necessidade de reforço de fecho.

Dimensões Correspondências

Os limites de dimensão das correspondências postais são os seguintes:
As correspondências devem obedecer a uma regra geral de formato máximo e mínimo de acordo com os seguintes esquemas:

Excecionalmente, os bilhetes-postais e os objetos invólucro-mensagem têm limites máximos inferiores à regra geral:

  • Os bilhetes-postais admitem apenas como limite máximo de dimensão: 120 x 235 mm;
  • Os objetos invólucro-mensagem (também designados por aerogramas), no serviço internacional, têm como limite máximo 110 x 220 mm.

Além disso, para estes objetos, o comprimento não deve ser inferior à largura multiplicada  por √2 (valor aproximado 1,41).

Dimensões Encomendas

As encomendas têm um formato máximo de acordo com o seguinte esquema:

  • O lado de maior dimensão não pode ultrapassar 1,50 metros;
  • A soma do comprimento com o maior perímetro, medido num sentido que não seja o do comprimento não pode ultrapassar 3 metros;

 e um formato mínimo (igual ao das correspondências):

  • Um dos lados tem de ter no mínimo 90 mm x 140 mm;
  • Em rolo: C + 2 x D = 170 mm e a maior dimensão nunca inferior a 100 mm.